sábado, 31 de dezembro de 2016

RETROSPECTIVA 2016 - Cia As Marias

Neste ano de 2016 que parece não acabar nunca...fizemos nossa retrospectiva para compartilhar e celebrar este ano atravessado de afetos, encontros e parcerias para que a Vida se renove em sua potência...

Caminhar que o mundo gira...

Nossa tradicional brincadeira de carnaval abriu os trabalhos do ano de 2016 e de quebra ganhou uma amiga de farra para sair por aí circulando ...Duda do Circo veio para a farra com a Maria Fuá...





As bonitas botaram pra frever pelas ruas do Jardim Calux, Parque Hawai e como já é de tradição a Maria Fuá foi visitar sua dinda do Bloco Caixeirosas nas terras baronesas de Campinas...

E neste ritmo recebemos o artista de dança iraniano, Khosro Adibi para um intercâmbio artístico...um encontro mágico que nos fez rever nossa própria trajetória e perfumar a vida...


Khosro trouxe provocações para a performance...Sapatos Vermelhos ABC/Zapatos Rojos!
Pensar corpo e visualidades...os símbolos e como inserir o público dentro desta obra performática...e assim fomos às ruas no dia 08/03/2016, dia internacional da mulher na Praça Santa Filomena em SBC-SP com a performance criada em parceria com Cia Corpocena. Sapatos Vermelhos é uma instalação de arte pública, uma obra da artista visual Elina Chauvet, dedicada às mulheres que sofreram e sofrem violência de gênero.



Nossa paisagem sonora foi criada por Jerona Ruyce, artista-cientista-maluco-beleza da cidade de Diadema, que vem desde 2016 trabalhando em parceria conosco, e um registro fotográfico lindo feito por Barbara Morares da Panamérica Filmes.

Operação Índio Urbano - Performance em 4 atos!
Dia 02/04/2016 na CUIABÁ 153 E PORTÕES QUE FALAM- Reso Asso Metro - Les Fenêtres qui Parlent – Lille, França 


Sobre as relações de opressão que se constrói nas diversas formas de apropriação e usurpação cultural e “recriação” pelo qual os povos indígenas no Brasil passam



Esta operação contou com mais parcerias artísticas: Jerona Ruyce na criação da paisagem sonora e em cena conosco e a Panamérica Filmes nos registros fotográfico e video. 


Participamos também da Titeritada Brasileira: coisa linda de se ver e estar o festival foi organizado pelo grande artista e amigo Celso Ohi.  Nosso Bloco Maria Fuá com Duda do Circo brincou pelas ruas do Jardim Campanário e se esbaldou na feira mais linda do ABCD... 


E Viva o teatro de bonecos e todos os mestres desta arte do maravilhoso!!!

Nosso tradicional Arraiá das Marias e as fogueiras de São João menino...



"A festa é a interrupção do trabalho cotidiano. Pois “trabalhar é se juntar com as coisas, se separar das pessoas”. Então existe a festa. Deixamos as nossas vacas, galinhas, roças (e computadores) para estarmos disponíveis apenas às pessoas. Cada um vai querer se mostrar no seu modo mais encantador – por isso há roupas especiais, cabelos ou joias, mas também as falas bem colocadas e a facilidade do sorriso, o gostar um pouco mais de quem está conosco na trajetória. É um jeito de lembrar que, dos milhões de lugares do mundo, calhou de eu viver aqui; das bilhões de pessoas viventes, são essas dezenas que constituem a minha humanidade. São “os vizinhos de todas as veredas, o mundo”."

Queremos deixar aqui nossa gratidão a todos que estão sempre nos apoiando e ajudando na produção de nossas ações: Dona Maria, Tati Santos, Silmara Mateus, Isabela Nascimento, Rayra Maciel, os amigos da Pró-Circo, Seu Gabriel que sempre nos ajuda com a energia e todos os vizinhos do Jardim Calux que participam e nos apoiam. 


E da aliança entre Cia As Marias e Panamérica Filmes surgiu o projeto "FOOTFALLS ou por onde caminha o mar?" contemplado pelo ProAc Artes Integradas.

Fechando com chave de ouro este ano tão intenso.

Que venha 2017!!! Axé pra tod@S!!!